sábado, 23 de maio de 2015

Projeto Cidadania e Sustentabilidade

SUSTENTABILIDADE NA ESCOLA – O DEVER DE CADA UM

OBJETIVO DESTE PROJETO:
Promover o plantio de árvores e plantas na Escola e na Comunidade.
DESCRIÇÃO:
Este projeto tem a finalidade em levar a crianças e adolescentes do ensino fundamental uma visão da importância da valorização do meio ambiente através de iniciativas simples.
Tais como:
  • a conservação e plantio de árvores,
  • o uso racional dos recursos (água, energia elétrica, papel e destinação adequada do lixo).

Essa iniciativa se dá mediante a realização de sobre o Meio Ambiente e Seus Cuidados, em apresentações audiovisuais e com a distribuição de encartes contendo informações e dicas úteis sob a conservação do meio ambiente.
Dessa forma, podemos assegurar a certeza do cumprimento de nossa tarefa, bem como da divulgação e propagação de nossos objetivos.

AÇÃO E COMO FAZER:

CONCLUSÃO:
A educação está altamente atrelada às atitudes sociais, sendo que a escola é tida como base para formação de indivíduos conscientes e responsáveis. Portanto, um aprendizado focado na educação sustentável pode gerar cidadãos preocupados com os problemas ambientais e com suas devidas soluções. Mas para isso, é preciso difundir a importância da sustentabilidade na escola e como ela interfere na formação dos alunos, seja no ensino infantil ou na universidade.
REFERÊNCIAS:
Algumas instituições trabalham em seu currículo o tema ecologia, mas a didática difere de uma para outra, sendo que certas escolas viram modelos ao darem exemplos de cidadania e sustentabilidade, dentro e fora do circuito escolar. Mas infelizmente a sustentabilidade na escola ainda é pouco difundida, a maioria não se dá ao luxo de desenrolar o assunto diariamente, às vezes abordam a questão apenas uma vez por ano, quando promovem a Semana da Ecologia e do Meio Ambiente. Durante esse período têm-se palestras, debates, gincanas; passada a euforia, volta tudo ao normal: preocupação mínima com a natureza. No entanto, a escola é apenas uma parte desse processo. O governo também tem que cumprir seu papel e aplicar essas práticas educativas nas escolas públicas, seja através da implementação de matérias voltadas para o cuidado ambiental ou de projetos focados em sustentabilidade.
Na teoria, a educação ambiental ensina como deve ser feita a coleta seletiva, a importância de se preservar a natureza e como utilizar os recursos naturais e minerais de forma responsável. Porém a teoria não basta, é preciso que os estudantes vejam na prática o que aprendem no dia a dia. Atividades extracurriculares, como visitas a depósitos de reciclagem, plantio de árvores e ações comunitárias, ajudam a desenvolver a cidadania das crianças. E sempre que for introduzido um novo assunto na educação escolar é preciso que se faça uma pesquisa sobre os recursos, a qualidade e a metodologia que serão utilizados na abordagem do tema, pois, desse modo, o aluno aprende de forma clara e precisa.
A sustentabilidade na escola, então, pode formar cidadãos conscientes sobre os problemas do meio ambiente. Mas para que haja essa formação e ocorra uma mudança real da situação é imprescindível à união do governo, da sociedade e da escola. Afinal uma andorinha só não faz verão.

FONTES:
http://www.planteumaarvore.org/projetos.html
http://revistaguiainfantil.uol.com.br/professores-atividades/102/artigo227164-1.asp

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário/sugestão!